Geral

São Paulo: Emprego no comércio cresce em março

Da Redação ·

O emprego no comércio da região metropolitana de São Paulo voltou a crescer em março, abrindo 4.300 novas vagas com carteira assinada, segundo pesquisa da Fecomercio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) divulgada nesta segunda-feira (26). O dado representa uma alta de 6,3% na comparação com março do ano passado.

continua após publicidade

O setor encerrou o mês com um total de 880.605 trabalhadores com emprego formal. A pesquisa tem como base os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado pelo Ministério do Trabalho no último dia 15.

continua após publicidade

Flávio Leite, assessor estatístico da Fecomercio, diz que o principal fator para a melhora do emprego em março foi o otimismo dos empregadores.

continua após publicidade

- O fácil e farto acesso ao crédito, aliado a um aumento da massa salarial e da expectativa de consumo, aumentaram as contratações com carteira assinada. No segundo semestre, as eleições devem contribuir para a criação de novas vagas, ampliando o consumo das famílias, que continuarão sendo a principal ancora para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto).

A taxa de admissão no setor varejista atingiu 5,3% do saldo mensal de empregos com carteira assinada, o que representa mais de 46 mil novas contratações. Já a taxa de demissão ficou em 4,8%, ou quase 42 mil exonerações.

continua após publicidade

O segmento de Vestuário, Tecidos e Calçados foi o que apresentou a maior rotatividade de funcionários.