Geral

Papa diz que igreja não deve temer reformas

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 6 de julho (Folhapress) - O papa Francisco pediu hoje que os católicos não tenham medo de renovar as estruturas da igreja. "Na vida cristã e também na Igreja há estruturas antigas e frágeis. Devemos renová-las", afirmou o pontífice, durante uma missa privada na capela da residência de Santa Marta, onde ele mora.

No fim de junho, Francisco decidiu auditar as contas do Banco do Vaticano, cujo nome oficial é IOR (Instituto para Obras da Religião). A instituição tem sido alvo de investigações sobre lavagem de dinheiro.

No começo de julho, o diretor-geral da instituição, Paolo Cipriani, e seu vice, Massimo Tulli, pediram demissão dos cargos em meio aos escândalos financeiros.

Eles apareceram em gravações conversando com o monsenhor Nunzio Scarano, um contador em um departamento no Vaticano que é alvo de investigação por suspeita de lavagem de dinheiro.

O pontífice também havia pedido que cardeais proponham uma série de reformas na administração do Vaticano durante uma reunião prevista para outubro.

Documentos oficiais do Vaticano revelados no ano passado pelo mordomo do então papa, Bento 16, indicaram atos de corrupção e problemas de gestão da Cúria Romana, a administração central da Igreja Católica.

Durante a missa deste sábado, o papa afirmou que a instituição sempre se deixou renovar de acordo com os lugares, o tempo e as pessoas. "A igreja sempre seguiu adiante, deixando que o Espírito Santo renove as estruturas, as estruturas da igreja. Não tenham medo disso", disse, durante a homilia, segundo a Rádio Vaticano.
 

continua após publicidade