Geral

Quadrilha suspeita de assaltar e extorquir família da zona sul é presa

Da Redação ·

Por César Rosati SÃO PAULO, SP, 4 de julho (Folhapress) - Assaltar clientes que deixavam o shopping Ibirapuera e depois extorqui-los por meio ameaças de morte. Este foi o expediente de uma quadrilha, presa essa semana no bairro Jardim Japão, zona norte de São Paulo ao roubar uma família há três meses atrás. O bando era composto por dois homens e uma mulher de 20 anos, suposta mentora do crime. Imagens do circuito interno de vigilância do centro de compras auxiliaram os investigadores do 27ºDP (Ibirapuera) na prisão do trio. De acordo com a Polícia, Bruna Pereira de Carvalho chefiava a quadrilha junto com seu namorado. Ela seria a suposta responsável por levantar as informações sobre a rotina da família, uma vez que ela participava de eventos sociais em comum. Os detalhes foram passados ao seu namorado, Márcio Rodrigues Bononi, 35. Junto com seu irmão Cláudio Rodrigues, 29, ele abordou um projetista de 43 anos, sua esposa e um jovem quando saíam do centro de compras. Eles entravam dentro do carro da vítima e os obrigaram a seguir até a residência onde moravam no bairro Vila Mariana. No local, um deles invadiu a casa, rendeu uma empregada e roubou produtos eletrônicos, dinheiro, joias e um relógio de pulso avaliado em R$900. Após a ação, eles fugiram com o carro da família mantendo-os ainda como reféns. Antes de liberta-los, os criminosos obrigaram que eles passassem os números dos telefones para manter contato. Horas após o crime, as vítimas receberam uma ligação dos bandidos que fizeram ameaças e pediram dinheiro para que o caso não voltasse a se repetir. O trio responderá por extorsão mediante sequestro e assalto a mão armada.  

continua após publicidade