Geral

Motoristas e cobradores mantêm greve em Recife

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 2 de julho (Folhapress) - Motoristas, cobradores e fiscais de ônibus entraram hoje no segundo dia de greve na região metropolitana do Recife. As rodadas de negociação foram realizadas em junho, sem sucesso. O impasse será julgado pelo Tribunal Regional do Trabalho a partir das 17h. Segundo a Urbana-PE (sindicato das empresas de transporte), os trabalhadores pedem, entre outras coisas, reajuste salarial de 33%. As empresas oferecem 3%. Impasse Na sexta-feira passada, o TRT determinou que, em caso de paralisação, 80% da frota opere nos horários de pico, e 50% no restante do dia. Ontem, de acordo com a Urbana-PE, apenas 56% da frota rodou no pico da manhã. A entidade acionou a Justiça e pediu que a greve fosse considerada ilegal. Ontem à tarde, a Justiça intermediou uma nova tentativa de acordo entre as empresas e os representantes dos trabalhadores, mas não houve consenso mais uma vez. Desde as 10h30, a reportagem tenta entrar em contato com o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Pernambuco, mas ninguém atende os telefonemas. O sistema transporta cerca de 2 milhões de pessoas por dia. O último reajuste da categoria foi de 7%, em 2012, segundo a Urbana-PE. Devido à paralisação, a Universidade Federal de Pernambuco suspendeu hoje as aulas no campus do Recife.  

continua após publicidade