Geral

Após confronto, manifestantes desocupam Câmara de Belém

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 2 de julho (Folhapress) - Cerca de 200 manifestantes entraram em confronto na manhã de hoje com a Guarda Municipal e foram retirados da Câmara Municipal de Belém. O confronto começou após uma nova tentativa de invasão ao plenário durante a votação do PPA (plano plurianual) da cidade.

"Tivemos que fazer uma intervenção com escudos e spray de pimenta", afirma o comandante da Guarda, coronel Carlos Machado.

Ontem, manifestantes invadiram a Câmara e decidiram permanecer no local por tempo indeterminado. Após o confronto, o grupo foi retirado por volta do meio-dia.

Em resposta, algumas pessoas jogaram pedras em frente à Câmara e vidros foram quebrados, de acordo com a GM. Uma porta também foi depredada. A sessão ficou suspensa por mais de uma hora. No início da tarde, vereadores retomaram a votação e aprovaram o projeto.

Por volta das 14h, manifestantes passaram a bloquear duas vias de acesso ao local. O grupo tentava impedir a saída dos vereadores da garagem da Câmara.

Eles pedem a melhoria no transporte público, a redução na tarifa de transporte e a implantação do passe livre.
 

continua após publicidade