Geral

Última internada por causa de incêndio na Kiss tem alta

Da Redação ·
Última internada por causa de incêndio na Kiss tem alta (Arquivo)
Última internada por causa de incêndio na Kiss tem alta (Arquivo)

PORTO ALEGRE, RS, 2 de julho (Folhapress) - Depois de mais de cinco meses de hospitalização, teve alta hoje a última sobrevivente do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), que estava internada. Ritchieli Pedroso Lucas, 19, deixou pela manhã o Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, onde permanecia desde 27 de janeiro, quando ocorreu a tragédia.

continua após publicidade
confira também


Segundo o hospital, ela está em bom estado de saúde depois de ter se recuperado de queimaduras e de um quadro de insuficiência respiratória.

A irmã dela, Driele, 23, que também estava na Kiss, morreu em março, depois de cinco semanas de internação. A jovem já estava aprovada no vestibular de ciências biológicas da Universidade Federal de Santa Maria.

O pai de Ritchieli, Bráulio Lucas, agradeceu, por meio da assessoria do hospital, as mensagens de recuperação recebidas e o apoio vindo até de "desconhecidos".

Ao todo, morreram 242 pessoas devido ao incêndio. Logo após a tragédia, cerca de 130 sobreviventes foram internados em hospitais do Rio Grande do Sul, sendo 76 em estado crítico. Desses, 11 morreram nas semanas seguintes à tragédia.