Geral

Chuva deixa oito cidades de Santa Catarina em emergência

Da Redação ·





Por Jeferson Bertolini

SÃO PAULO, SP, 1 de julho (Folhapress) - Oito cidades de Santa Catarina na região da divisa com o Paraná decretaram situação de emergência por causa da chuva das últimas duas semanas na região.

Os decretos confirmados até as 13h de hoje são de Porto União, Canoinhas, Irineópolis, Três Barras, Mafra, Bela Vista do Toldo, Itaiópolis e Timbó Grande.

Segundo a Defesa Civil, 600 famílias precisaram sair de casa por causa de alagamentos e deslizamentos de terra nessas cidades. Elas estão em abrigos públicos ou casas de parentes.

O nível do Rio Negro, um dos maiores da região, subiu seis metros no período, segundo o secretário de Estado da Defesa Civil, Milton Hobus.

"Além das casas inundadas, muitas famílias tiveram perdas com a agricultura. Alguns criadores de frango estão ilhados", disse o secretário.

Os prejuízos não foram calculados.

A Epagri/Ciram, órgão do Estado para monitoramento do clima, emitiu um alerta às 10h desta segunda-feira dizendo que o nível dos rios deve subir nas próximas horas.

Paraná

No Paraná, passam de 100 mil os afetados pelas chuvas nos últimos dez dias. Até agora, 59 municípios decretaram situação de emergência.

Duas pessoas morreram soterradas em Laranjeiras do Sul, na semana retrasada, e doze ficaram feridas por inundações e deslizamentos.

Neste fim de semana, temporais derrubaram árvores e destelharam casas especialmente no norte do Estado. Cerca de 2.700 pessoas permanecem fora de suas casas, em abrigos ou casas de familiares.

Hoje, continuava chovendo na região, mas com menor intensidade. O nível dos rios, que na semana passada provocou a interdição de rodovias e o isolamento de comunidades no noroeste do Paraná, já baixou.

Deve parar de chover a partir de amanhã, com a chegada de uma massa de ar seco, segundo o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná).
 

continua após publicidade