Geral

Acrobata do Cirque du Soleil morre em cena durante espetáculo em Las Vegas

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 1 de julho (Folhapress) - A acrobata francesa Sarah Guyard-Guillot, 31, morreu ontem ao cair de uma altura de 15 metros durante uma apresentação do Cirque du Soleil, em Las Vegas. Ela estava sendo erguida de um lado do palco, quase no fim do espetáculo Ká, quando se soltou do cabo de segurança e caiu em um poço, onde não podia ser vista pelos espectadores. Muitos pensaram, nos primeiros momentos, que a queda fazia parte da coreografia. Sarah, que era mais conhecida por seu nome artístico, Sasson, fazia parte do elenco original de Ká desde 2006. Os espetáculos foram suspensos por tempo indeterminado, informou o Cirque du Soleil. Um porta-voz afirmou que esse foi o primeiro acidente fatal nos 29 anos de existência da companhia, mas não foram dados detalhes sobre a morte da acrobata, descrita como acidental. Logo após o acidente, uma gravação anunciou à plateia que o valor dos ingressos seria devolvido e o público, que se dispersou. O fundador do Cirque du Solei, Guy Laliberté, lamentou a morte em comunicado. "Estou com o coração partido. Gostaria de estender minhas sinceras condolências à família. Somos lembrados, com muita humildade e respeito, como nossos artistas são extraordinários a cada noite. Nosso foco agora é nos apoiarmos uns aos outros como uma família." Sarah, que se apresentava como acrobata há mais de 20 anos, também dava aulas de circo para crianças, em Las Vegas. Ela deixou dois filhos.  

continua após publicidade