Geral

Manifestação fecha principal via comercial de Salvador e vai à prefeitura

Da Redação ·





Por Nelson Barros Neto

SÃO PAULO, SP, 27 de junho (Folhapress) - Cerca de 2 mil manifestantes, segundo estimativa inicial da Polícia Militar da Bahia, promovem uma passeata rumo à Prefeitura de Salvador desde as 14h45 de hoje.

O ato, convocado pelo MPL (Movimento Passe Livre) local, fechou a principal artéria comercial da cidade. A principal reivindicação é a redução nas tarifas do transporte público.

"Só em Salvador a tarifa não caiu", grita o público, formado em sua maioria por estudantes, sem bandeiras de partidos políticos e que caminham sob chuva - o que, para líderes do grupo, tem prejudicado a adesão ao ato.

Os manifestantes saíram da praça do Campo Grande, no centro, em meio a críticas contra o prefeito ACM Neto (DEM).

Comerciantes da avenida Sete de Setembro vão fechando seus estabelecimentos, um a um, inclusive agências bancárias. Até mesmo os ambulantes, tradicionais na região, vão sumindo.

A capital baiana é uma das poucas que não sofreu aumento na tarifa em 2013 e, por causa disso, a prefeitura não reduziu as passagens.

O último reajuste em Salvador ocorreu no ano passado, quando o valor saiu de R$ 2,50 para R$ 2,80.

A PM acompanha a movimentação. A sede da prefeitura teve a segurança reforçada.
 

continua após publicidade