Geral

Branquelo se veste de negro para roubar banco

Da Redação ·
 O cara vai trabalhar como maquiador quando sair da cadeia
fonte: Reprodução/NBC
O cara vai trabalhar como maquiador quando sair da cadeia

A polícia de Ohio, nos Estados Unidos, estava confusa. Em apenas três horas, quatro bancos e uma farmácia foram assaltadas. Em todos os roubos, o suspeito era um sujeito negro, careca e que usava óculos escuros.

continua após publicidade

As câmeras de vigilância dos lugares roubados chegaram até a filmar o assaltante. Ninguém tinha dúvidas do visual do cara. Mas, estava difícil. O tal ladrão parecia se desintegrar após os crimes. Assim que fugia, o “elemento”, como diria Gil Gomes, desaparecia.

continua após publicidade

Na verdade, os policiais estavam procurando o cara errado. O tal sujeito negro dos assaltos era um branquelo de olhos azuis. Mas, como explicar as filmagens das câmeras de segurança?

continua após publicidade

Na verdade Conrad Zdzierak, 30 anos, usava uma máscara caríssima que o transformava em um sujeito negro e careca. Para disfarçar os olhos azuis, ele usava óculos escuros.  A fantasia é utilizada em Hollywood e é conhecida como “The Player”.

Era para ser o crime perfeito. Com o disfarce seria quase impossível encontrá-lo. Assim que fugia dos locais dos crimes,  Zdzierak tirava a fantasia e passava incógnito pelos carros de polícia.

continua após publicidade

Mas, a gente aprende desde cedo que o crime não compensa, não é mesmo? O bandido foi traído pelo seu equipamento de roubo. Uma bomba de gás e tinta, utilizada nos ataques aos bancos, explodiu no banco de trás do seu carro, estacionado em um hotel da cidade.

A polícia desconfiou, entrou no quarto de  Zdzierak e descobriu o segredo do ladrão. O sujeito foi preso e vai responder às acusações de roubo no xadrez.