Geral

Obama pede a executivos apoio à reforma financeira

Da Redação ·
 Objetivo da medida é aumentar a transparência e a confiança para evitar outra crise
fonte: Mario Tama/Getty Images/AFP
Objetivo da medida é aumentar a transparência e a confiança para evitar outra crise

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta quinta-feira (22) em Nova York que os executivos de Wall Street o apoiem na reforma financeira que está sendo debatida no Senado. O objetivo da medida é aumentar a transparência e a confiança no setor para evitar futuras crises.

continua após publicidade



- Estou hoje aqui para pedir aos senhores que se unam a nós, ao invés de lutar contra o nosso esforço. Peço isso porque acredito que estas reformas não só são o melhor para o país, mas também para o setor financeiro.


Em discurso para uma plateia em Manhattan, no meio da qual estavam executivos de Wall Street, Obama quis fazer uma detalhada explicação dos objetivos da reforma do marco regulatório do sistema financeiro, cuja crise causou uma dura recessão econômica no país no ano passado.

continua após publicidade



O presidente dos EUA disse que se trata de um conjunto de reformas que acabarão com "os resgates por parte dos contribuintes, tornarão públicas transações financeiras complexas, protegerão os consumidores e darão mais poder aos acionistas sobre o sistema financeiro".