Geral

Pai de aluno é preso após quebrar carros e ameaçar professores

Da Redação ·

RIBEIRÃO PRETO, SP, 30 de maio (Folhapress) - O pai de um aluno de uma escola municipal de São Carlos (232 km de São Paulo) foi preso em flagrante na tarde de ontem por danificar carros estacionados do lado de fora da unidade e ameaçar os professores de morte. Ao menos oito veículos tiveram vidros destruídos. O caso ocorreu na Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Maria Consuelo Brandão, no bairro Antenor Garcia. De acordo com a professora Cátia Cristina Rubira Fernandes, 28, que estava na escola na hora da ocorrência, o pai do aluno queria a liberação do filho de seis anos de idade. No entanto, na escola só estudam crianças com até cinco anos. A diretora disse ao pai do aluno que a criança não estudava mais lá e que apenas outro filho dele, de dois anos de idade, estava no prédio. Nesse momento, segundo a professora, o homem, que segundo ela já estava alterado, começou a pedir a entrega do filho mais novo. Por segurança, a diretora negou. Ainda segundo Cátia, o homem pegou um facão e começou a bater nos carros estacionados do lado de fora do prédio -ao menos oito veículos de professores tiveram os vidros quebrados. A professora disse que as cerca de 50 crianças que estavam na escola foram levadas para uma sala enquanto o pai do menino fazia ameaças aos professores e dizia que invadiria a escola com o carro. "Foi um momento de pânico", disse. O homem foi levado pelos PMs à delegacia da cidade e preso em flagrante. Procurada, a Polícia Civil não informou em que tipo de crime ele foi indiciado. A reportagem não conseguiu ouvir o suspeito. A polícia também não informou se ele já havia constituído advogado.  

continua após publicidade