Geral

Apresentador de TV é demitido de TV após dar espaço a opositor

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 27 de maio (Folhapress) - O canal de televisão venezuelano Globovisión demitiu anteontem o apresentador Kico Bautista um dia após seu último programa dar espaço a Henrique Capriles, ex-candidato de oposição à presidência do país. A demissão ocorre semanas após a venda do canal, que era uma das últimas emissoras que faziam oposição ao chavismo e ao atual presidente Nicolás Maduro. A notícia causou a indignação de Capriles, que acusou a TV de não querer emitir mais seus discursos. A demissão foi informada pela jornalista Ybéyise Pacheco no Twitter -ela é casada com Bautista. Ela relacionou a saída do marido ao que chamou de "censura contra Henrique Capriles". Um dia antes, o programa de Bautista apresentou um discurso de Capriles em Barquisimeto, no oeste venezuelano. A atividade de Capriles foi a primeira a não ser transmitida ao vivo pela Globovisión, que costumava acompanhar todas as atividades do ex-candidato. Em mensagens no Twitter, ele acusou a emissora de rejeitar aparições dele ao vivo. Citando funcionários da emissora, o opositor afirmou que a intenção da nova direção é aliar-se ao governo. "O país precisa saber dessas coisas, não podemos ser uma sociedade de cúmplices. O dinheiro não pode tudo, isso é o que acredita o governo." Ele também acusou o sócio majoritário da emissora, Raúl Gorrín, de ter enriquecido de forma ilícita, e que a venda da emissora foi uma operação feita por chavistas para diminuir a liberdade de imprensa. Venda Último canal privado de oposição do país, a Globovisión foi vendida no último dia 13 por Guillermo Zuloaga, a Raúl Gorrín e outros acionistas minoritários. A venda causou dúvidas sobre a nova linha editorial da emissora. Também na semana passada Ismael García, deputado de oposição que participava de um programa do canal. Dissidente do chavismo, o parlamentar divulgou o áudio da conversa de um jornalista aliado ao governo e um espião cubano sobre um suposto golpe contra Maduro. A saída de García foi confirmada na sexta-feira pela Globovisión, que ainda não se pronunciou sobre a demissão de Bautista.  

continua após publicidade