Geral

Clima-EUA - (Atualizada)

Da Redação ·

Obama visita Oklahoma e promete ajuda




SÃO PAULO, SP, 26 de maio (Folhapress) - Ao observar a pilha de escombros que uma vez já foi uma escola, o presidente dos EUA, Barack Obama, disse hoje, em visita a um subúrbio de Oklahoma, que a destruição provocada pelo tornado que passou pela região é "difícil de entender".

Obama prometeu ajuda a longo prazo por parte do governo federal nos esforços para reconstrução local.

O tornado, classificado na categoria mais elevada da escala usada para medir o poder de destruição desse fenômeno, matou 24 pessoas --incluindo as sete crianças que morreram no local visitado pelo presidente.

O que restou foi uma área de 27 km de destruição, que levou abaixo quarteirões inteiros --com casas, duas escolas e um hospital. Hoje, o cenário exibe poucos itens que sobreviveram à tragédia --a exemplo de um conjunto de TV ou de um carrinho de bebê cor-de-rosa.

A visita à região afetada pelo tornado faz parte de uma série de respostas que o presidente norte-americano tem dado a diversas tragédias, como ao atentado à maratona de Boston, no último mês.

"Em todos os lugares deste país, americanos estão rezando por vocês e eles querem ajudar. Eu sou apenas um mensageiro para que vocês saibam que não estão sozinhos", disse Obama.

Ao mesmo tempo em que afirmava que mais de 1.200 donos de casas destruídas pelo tornado iriam receber ajuda federal, o presidente também pediu a legisladores que mantivessem o fundo utilizado para fazer treinamento e comprar materiais utilizados por equipes responsáveis pela resposta rápida a desastres de grandes proporções.

Texas

Uma inundação causada por fortes chuvas na área de San Antonio, no Texas, deixou pelo menos duas pessoas mortas hoje. Equipes de resgate foram enviadas para retirar mais de 200 pessoas de suas casas e carros.

Autoridades ainda fazem buscas à procura de um adolescente que desapareceu.
 

continua após publicidade