Geral

Absolvidos PMs acusados de homicídio em cemitério da Grande SP

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 23 de maio (Folhapress) - A Justiça de São Paulo absolveu hoje os dois policiais militares suspeitos de matar um homem em um cemitério de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, em março de 2011. O crime foi denunciado por uma mulher que ligou para o telefone de emergência da PM --190-- e narrou o crime.

Os PMs Felipe Daniel Silva e Ailton Vital da Silva estavam presos havia mais de dois anos pela morte de Dileone Lacerda de Aquino, 27. O julgamento, que ocorreu no Fórum de Ferraz de Vasconcelos, começou às 9h30 e terminou por volta das 18h30. O Ministério Público ainda pode recorrer da decisão.

O crime ocorreu no dia 12 de março de 2011. A vítima tinha passagens pela polícia e havia saído da prisão há alguns meses. O crime foi denunciado e narrado em tempo real por uma mulher, que chegou a aborda um dos policiais e o questionou sobre a execução.

O caso teria começado no Itaim Paulista, extremo leste de São Paulo, quando um carro de uma empresa de produtos de beleza foi roubado e, informados pelo rádio da polícia, Vital e Daniel fizeram a abordagem. O assaltante teria então entrado em um condomínio residencial, onde foi detido.

Segundo os policiais, Aquino foi morto em uma troca de tiros após reagir.
 

continua após publicidade