Geral

Traficantes do Comando Vermelho são presos no Paraguai, diz polícia

Da Redação ·

RIO DE JANEIRO, RJ, 21 de maio (Folhapress) - Uma operação conjunta entre agentes da Senad (Secretaria Nacional Anti-drogas), do Paraguai, e militares do Exército daquele país levaram à prisão de cinco homens, entre paraguaios e brasileiros.

Os detidos estariam envolvidos com o tráfico de drogas na cidade de Bella Vista Norte, em Amambay, sul do Paraguai. De acordo com agentes da Senad, o grupo seria envolvido com a facção criminosa Comando Vermelho, do Rio.


Foram presos Emiliano Rojas Giménez, 36, Luis Jorge Meza López, 22, Edgar Irala, 22, Luis Recalde, 42, e o brasileiro Francisco Inácio, 49. Outros seis homens foram encontrados na casa com Giménez, mas a polícia ainda apura se eles possuem algum envolvimento com o crime.

Giménez é apontado como o pistoleiro da quadrilha e responsável por homicídios atribuídos ao grupo. Já o brasileiro Inacio tem passagem pela polícia por homicídio. Ainda foram apreendidos três fuzis, uma escopeta, três pistolas, um rifle, um revólver e cartuchos de vários calibres nas residências do grupo.

"Eles montaram uma infraestrutura para a prática de crimes na região", afirmou Luis Rojas, chefe de operações da Senad. Dois carros, sendo um blindado, foi apreendido pelos agentes paraguaios que durante oito meses trocaram informações sobre o grupo com a Polícia Federal brasileira.
 

continua após publicidade