Geral

Grupo fecha avenida e faz arrastão em bairro nobre da cidade

Da Redação ·

Por Felipe Souza SÃO PAULO, SP, 21 de maio (Folhapress) - Sete pessoas fizeram um arrastão após fechar uma das avenidas mais movimentadas da zona oeste de São Paulo na manhã de hoje. Os suspeitos conseguiram fugir sem ser identificados. Segundo a Polícia Militar, o grupo usou um carro para fechar a avenida Giovanni Gronchi, na altura do número 3.700, esquina com a rua Manuel Antônio Pinto, por volta das 6h40. Os suspeitos quebraram vidros de veículos parados para roubar objetos de valor. De acordo com o depoimento de um gerente, de 38 anos, à Polícia Civil, os suspeitos quebraram o vidro do lado do passageiro do carro dele e levaram documentos, cartões bancários, um relógio, que chega a custar R$ 3 mil, e um celular. O crime ocorreu a cerca de 1,5 km de onde a filha do vice-governador Guilherme Afif Domingos (PSD) foi assaltada há pouco mais de um mês. O local também fica a aproximadamente 3 km do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado. O caso será investigado como furto.  

continua após publicidade