Geral

Morre nona vítima de ônibus que despencou de viaduto

Da Redação ·

RIO DE JANEIRO, RJ, 20 de maio (Folhapress) - Morreu mais uma vítima da queda de um ônibus de um viaduto na avenida Brasil, no Rio, ocorrido no dia 2 de abril. Até então, oito pessoa tinham morrido e nove ficaram feridas em decorrência do acidente. Com a morte da diarista Andrea Lúcia Pereira da Silva, 37, sobe para nove o número de vítimas fatais. A vítima estava internada em estado grave no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) do hospital estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, desde o acidente. Ela teve uma parada cardiorrespiratória a manhã de domingo (20), mas não resistiu. A morte foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde. Acidente O acidente ocorreu no viaduto Brigadeiro Tompowski, na avenida Brasil, altura da Ilha do Governador, zona norte da cidade. O estudante Rodrigo dos Santos Freire, 25, viajava em um ônibus da Viação Paranapuan quando teria se desentendido com o motorista do ônibus. De acordo com a investigação da Polícia Civil, após discussão o rapaz teria agredido o motorista, que perdeu a direção de veículo. O ônibus caiu de cabeça para baixo do viaduto de uma altura de pouco mais de 10 metros. O estudante, que concedeu entrevista exclusiva à Folha em 20 de abril, negou a agressão. A polícia autuou o estudante e o motorista, André Luiz Souza Oliveira, 33, por homicídio doloso (quando há intenção de matar). No entendimento da polícia, o motorista -embora tenha sido vítima de agressão- não deveria estar discutindo enquanto conduzia o ônibus.  

continua após publicidade