Geral

Viradinha termina com versões de Vinicius e Chico Buarque

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 19 de maio (Folhapress) - O encerramento da Viradinha Cultural, que aconteceu no palco em frente à estação da Luz, teve pouco público e versões de discos infantis de Vinicius de Moraes e Chico Buarque.

Previsto para começar às 16h, o show de André Abujamra atrasou 45 minutos. Nele, o músico apresentou a íntegra do álbum "A Arca de Noé", de Vinicius de Moraes. O disco traz músicas infantis clássicas do compositor e poeta, como "O Pato" e "A Casa".

Mas todos os ritmos foram modificados. A música "A Porta" ganhou uma versão de voz e violão, enquanto "A Casa" virou um punk rock.

O público, formado por pais e crianças, era menor do que o do sábado, quando a dupla Palavra Cantada se apresentou. A região estava tranquila, com adultos segurando seus filhos no colo e até trocando fraldas no meio da rua.

O encerramento da Viradinha aconteceu com a banda Bixiga 70, que apresentou o álbum "Os Saltimbancos", de Chico Buarque.

As músicas do álbum, como "Bicharia" e "História de uma Gata", ganharam um novo arranjo. A orquestra, presente no disco original, foi substituída por bateria, tambores e uma forte percussão.

A estação da Luz do metrô estava tranquila após o show, com diversas crianças ainda cantado "nós gatos já nascemos pobres, porém já nascemos livres."
 

continua após publicidade