Geral

Coalizão de Netanyahu quer acordo provisório

Da Redação ·
Um integrante da coalizão de governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu alega que a perspectiva de um acordo definitivo de paz com os palestinos é "irreal" no momento e insiste na busca por um pacto provisório. A declaração do ministro das Finanças de Israel, Yair Lapid, veio à tona neste domingo, 19, quando foi publicada uma entrevista do aliado de Netanyahu ao jornal Yediot Ahronot. O comentário surge apenas alguns dias antes da chegada do secretário de Estado dos EUA, John Kerry, ao Oriente Médio para impulsionar os esforços para a retomada das negociações de paz entre israelenses e palestinos, congeladas há anos. A opção de um acordo provisório desagrada aos palestinos. Segundo Lapid, para contornar esse problema, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, poderia estabelecer um prazo de no máximo três anos para solucionar as questões que não forem resolvidas no acordo provisório. A assessoria de imprensa de Netanyahu não se pronunciou sobre os comentários do ministro. As informações são da Associated Press.
continua após publicidade