Geral

Goiás, Minas e São Paulo preparam "força-tarefa" nas fronteiras

Da Redação ·

Por João Alberto Pedrini RIBEIRÃO PRETO, SP, 16 de maio (Folhapress) - Goiás, Minas Gerais e São Paulo se uniram para realizar um ação integrada e combater a criminalidade nas fronteiras entre os Estados. Membros das polícias Federal, Civil e Militar, e do Ministério Público dos três Estados já realizaram duas reuniões sobre o assunto para planejar ações conjuntas nas divisas dos três Estados. A última delas foi semana passada, em Uberaba, no Triângulo Mineiro. As ações devem ser realizadas numa região que engloba aproximadamente 200 municípios, nas proximidades de Catalão e Itumbiara, em Goiás, Ribeirão Preto e Franca, em São Paulo, e Uberaba e Uberlândia. Segundo o secretário de Defesa Social (equivalente a secretaria da Segurança Pública) de Minas Gerais, Rômulo Ferraz, os focos das operações devem ser o combate ao tráfico de drogas e furtos e roubos de caixas eletrônicos. "A criminalidade está articulada e transitando entre os Estados, organizando crimes cada vez mais complexos e violentos. Vamos atuar com os departamentos de inteligência e fazer operações constantes", disse Ferraz. De acordo com ele, o tráfico de armas também será alvo das ações. O comandante da PM da região de Itumbiara (GO), Márcio Gonçalves Queiroz, afirmou que furto e roubo de máquinas agrícolas e de veículos também receberão atenção especial. "Vamos realizar operações em pontes, balsas e rodovias. Queremos alinhavar as atividades e atuar de forma conjunta, ordenada." Para o coronel José Roberto Malaspina, comandante da PM na região de Ribeirão Preto, os ladrões hoje estão cometendo crimes num Estado e fugindo para outro. "Isso ocorre porque as informações não caminham, não são trocadas entre as polícias. O que queremos, agora, é facilitar o trânsito de dados, o que pode ajudar a capturar criminosos."  

continua após publicidade