Geral

FBI diz que tiroteio em Nova Orleans foi confronto entre gangues

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 13 de maio (Folhapress) - O FBI afirmou hoje que o tiroteio durante uma parada de comemoração ao Dia das Mães em Nova Orleans foi um confronto entre gangues rivais. Na ação, 19 pessoas ficaram feridas.

Mais cedo, os agentes afirmaram que buscam três suspeitos da ação e que um deles foi visto em imagens de câmeras de segurança. O acusado que aparece nas imagens é negro, com cabelo curto e tem idade entre 18 e 22 anos.

As imagens foram publicadas no site de vídeos YouTube e mostram um homem atirando contra o grupo que comemorava na parada. O vídeo não é claro, mas a polícia diz esperar que algum espectador o reconheça e comunique às autoridades.

Os agentes acreditam que mais de uma pessoa atirou contra os participantes da parada. Dezenas de pessoas prestaram depoimento e a polícia analisa vídeos feitos com celulares. A prefeitura de Nova Orleans ofereceu uma recompensa de US$ 10 mil para informações que levem aos autores do tiroteio.

Segundo a polícia de Nova Orleans, este é o terceiro tiroteio em grandes eventos cívicos e culturais neste ano. Em janeiro, cinco pessoas ficaram feridas em parada dedicada ao dia de Martin Luther King e quatro foram atingidas por disparos nas prévias do Carnaval.
 

continua após publicidade