Geral

ONU condena ataques perto da fronteira síria

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 11 de maio (Folhapress) - O líder da ONU, Ban Ki-moon, condenou o ataque à bomba em uma cidade turca próxima à fronteira com a Síria que matou ao menos 43 pessoas. Ele disse que os responsáveis devem ser "levados à justiça". "O secretário geral condena, nos mais fortes termos, o ataque mortal que aconteceu hoje na cidade de Reyhanli", disse o porta-voz da ONU, Martin Nesirky. Ban "condena todos os atos de terrorismo e reitera que nenhum motivo ou ofensa jamais justificará o ataque a civis", acrescentou o porta-voz. "Ele espera que os responsáveis sejam rapidamente identificados e levados à justiça." Além dos mortos, pelo menos 100 pessos ficaram feridas quando dois carros-bomba explodiram em Reyhanli. Ban enviou "suas mais profundas condolências às vítimas e suas famílias bem como ao governo e ao povo da Turquia", disse Nesirky.  

continua após publicidade