Geral

Mundo se tornou um lugar 'mais seguro' depois de cúpula nuclear, afirma Obama

Da Redação ·

O presidente dos EUA, Barack Obama, disse nesta terça-feira (13) que o mundo vai ficar "mais seguro" depois dos compromissos firmados na cúpula de segurança nuclear encerrada em Washington.

continua após publicidade

"Graças às medidas que tomamos o povo americano estará mais protegido e o mundo será mais seguro", disse Obama em entrevista no fim do encontro, que reuniu 47 chefes de estado, inclusive o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

continua após publicidade

Obama confirmou que os líderes concordaram em que todo o material nuclear que pode ser usado para fabricar armas seja controlado em um prazo de quatro anos.

Obama também defendeu a criação de um fundo mundial de US$ 10 bilhões, uma iniciativa compartilhada com o Canadá, para melhorar a segurança nuclear em todo o planeta.

O documento final do encontro reconhece o direito dos países de usarem pacificamente a energia nuclear, mas reafirma a necessidade de cooperação e assistência mútua.

continua após publicidade

Os líderes recordam que todos têm a responsabilidade coletiva de prevenir que atores estranhos aos estados obtenham a informação ou a tecnologia necessária para preparar armas ou artefatos nucleares.

continua após publicidade

Isso significa reforçar medidas contra o tráfico de material radioativo, sob responsabilidade da Agência Internacional de Energia Atômica da ONU.

O mundo conta com reservas mundiais de urânio enriquecido e de plutônio - possíveis ingredientes de uma bomba A - de 1.600 toneladas e 500 toneladas respectivamente.