Geral

Videntes ajudam presos a conversar com espíritos

Da Redação ·
 Ele é o Walter Mercado holandês.
fonte: Reprodução/Telegraaf
Ele é o Walter Mercado holandês.

Um vidente foi contratado pelo serviço prisional da Holanda para ensinar amor próprio aos detentos.

continua após publicidade

Para isso, Paul van Bree coloca os presos em contato com o espírito de parentes que já morreram.

- Eu digo que os mortos estão bem do lado de lá e que eles ainda os amam. Isso traz paz aos presos. Já vi muito homem grandão se debulhar em lágrimas.

continua após publicidade

O paranormal holandês se descreve como "Buda feliz" e conta que não é o único vidente contratado pela Justiça do país.

Segundo van Bree, colocar os detentos em contato com os mortos pode ser a chave para descobrir problemas psicológicos nos encarcerados e reabilitá-los para a vida em sociedade.

- Muitas vezes descubro mais detalhes do que os psicólogos e os carcereiros.

continua após publicidade

Um porta-voz do governo afirmou que o Ministério da Justiça não tem relações com a contratação de van Bree, mas sabe-se que outros setores, como o Ministério do Emprego, já contaram com o serviço de paranormais.

Os desempregados do país eram obrigados a passar por uma sessão de terapia de regressão e tarô para conseguirem receber o benefício do governo.