Geral

Louvre reabre com reforço policial

Da Redação ·
O Museu do Louvre reabriu hoje (11) com o reforço de policiais
fonte: www.correiobraziliense.com.br
O Museu do Louvre reabriu hoje (11) com o reforço de policiais

SÃO PAULO, SP, 11 de abril (Folhapress) - O Museu do Louvre reabriu hoje (11) com o reforço de policiais, um dia depois de uma paralisação dos funcionários como protesto contra a violência na área do centro cultural.

Ontem os funcionários interromperam os trabalhos para protestar contra as ações dos ladrões que circulam entre os visitantes.

Segundo os relatos, os ladrões de carteiras estão em maior número e mais agressivos. Em muitos casos, são crianças e adolescentes que, após serem detidos pela polícia, voltam rapidamente à liberdade e ao crime.

Os sindicatos denunciaram que são "vítimas cada vez mais de agressões, ameaças, golpes e insultos de ladrões em grupo, muitos menores de idade, que roubam os visitantes e que ninguém consegue conter".

Fechamento
No total, mil agentes trabalham no museu -o mais visitado do mundo-, 500 deles diariamente. Cerca de 200 participaram da paralisação.

Uma delegação de vigias foi recebida pela direção e manifestou "sua preocupação pelo aumento dos assaltos e das consequências que têm em suas condições de trabalho", explicou o museu, em comunicado.

A direção disse ter demonstrado "seu apoio total" aos vigias, e insistiu que "avisou há meses aos poderes públicos" que "tende a se agravar, apesar" das medidas que se iniciaram.

Para enfrentar a situação, o Louvre informou que vai pôr em prática uma nova medida que permitirá a seus agentes proibir a entrada aos acessos subterrâneos do museu a "pessoas que tenham cometido de forma segura atos delitivos ou que tenham violado de maneira repetida o regulamento de visita".
 

continua após publicidade