Geral

Exército monta hospital de campanha em Niterói

Da Redação ·
O Exército começou a montar hoje um hospital de campanha para atender os atingidos pelas consequencias das chuvas em Niterói. O hospital, que contará com 50 funcionários, fica pronto na segunda-feira. Os atendimentos serão de clínica geral e pediatria. No Chile, a Marinha montou um hospital do mesmo tipo, enquanto no Haiti, o hospital foi feito pela Aeronáutica. Ambos os países foram atingidos por terremotos este ano. Segundo o Ministério da Defesa, cerca de 200 soldados do Exército trabalham no atendimento às vítimas. Neste sábado, os bombeiros do Rio confirmaram mais duas mortes em consequência das chuvas que atingem a região desde o começo da semana. Com isso, o número de óbitos no Estado sobe para 223. As novas vítimas confirmadas são de Niterói, mas até as 19h, os bombeiros não sabiam informar de qual região. Até o mesmo horário, os bombeiros registraram 63 mortos no Rio e 140 em Niterói. Segundo a corporação, os corpos retirados do morro do Bumba (Niterói) já chegam a 31. As chuvas também causaram mortes na cidade do Rio (63), em São Gonçalo (16), em Nilópolis (1), em Petrópolis (1), em Magé (1) e na região de Pacarambi (1). Segundo nota divulgada pela Defesa Civil do Estado neste sábado, o Rio de Janeiro registra cerca de 11.700 pessoas desabrigadas em decorrência das chuvas que atingem a região desde a noite de segunda-feira (5). O número de mortes no Estado é de 221. O município de São Gonçalo é o mais prejudicado, com 8.718 desabrigados, seguido por Niterói, com 1.272. A Defesa Civil ainda informou que havia 544 pessoas desabrigadas na cidade do Rio, neste sábado.
continua após publicidade