Geral

Universitário é morto na porta de casa durante assalto

Da Redação ·
Universitário é morto na porta de casa durante assalto
fonte: Divulgação
Universitário é morto na porta de casa durante assalto

SÃO PAULO, SP, 10 de abril (Folhapress) - Um estudante da Faculdade Cásper Líbero foi morto na noite de ontem com um tiro na cabeça durante um assalto na porta de casa, no Belém, zona leste de São Paulo.

O universitário Victor Hugo Deppman, 19, foi morto com um tiro na cabeça durante um assalto na porta do condomínio onde morava.

Deppman, aluno do curso de Rádio e TV e estagiário da Rede TV!, chegou a ser levado para o pronto-socorro do Hospital Santa Virgínia, mas não resistiu.

O jovem foi abordado por volta das 21h na porta do edifício onde mora, na rua Herval.

Testemunhas disseram à polícia que um homem atirou contra o estudante depois que ele lhe entregou o celular. Em seguida, o suspeito fugiu na garupa de uma moto.

O caso foi registrado no 31º DP (Vila Carrão). A polícia ainda não tem pista dos autores do crime.

As imagens da câmera do prédio onde morava o estudante mostram que ele não reagiu a abordagem do assaltante.

De acordo com a tia de Victor Hugo, Márcia Riello, 47, pelas imagens é possível notar que o criminoso aparenta ser maior de idade. "Ele rendeu meu sobrinho, que ergueu as duas mãos e entregou de costas o celular. Em seguida, por pura maldade, o bandido veio de frente e atirou na cabeça dele", lamenta a tia. Para ela, o bandido teve dificuldade em tirar a mochila -que estava com as alças presas nos dois ombros- do universitário e decidiu atirar.

"Em nenhum momento ele reagiu. Infelizmente hoje a vida vale um celular", lamenta. Márcia, que mora no mesmo prédio da irmã e do sobrinho, conta que Victor Hugo voltava do estágio quando foi abordado. Ele trabalhava na Rede TV e estava no terceiro ano da faculdade. "Era um menino exemplar, muito família. Ele estudava de manhã e trabalha depois. Era muito esforçado", conta.

As imagens não foram divulgadas pelo condomínio e já estão sendo analisadas pela polícia. A tia acredita que a polícia não terá dificuldades em identificar o assaltante, que fugiu em uma moto.

O caso foi registrado no 31º DP (Vila Carrão). A polícia ainda não tem pista do criminoso nem do comparsa que o auxiliou na fuga.

Abalada, a tia conta que depois do estágio o universitário seguia para a casa de metrô. Segundo ela, a estação fica a poucos metros do edifício onde mora a família, na rua Herval. Segundo ela, a região sempre foi muito tranquila, mas nos últimos meses têm aumentado o número de assaltos.

Victor Hugo será enterrado na tarde de hoje no cemitério Quarta Parada, na zona leste de SP. O universitário namorava e também tinha um irmão mais velho.
 

continua após publicidade