Geral

Americanos acusados de sequestrar os filhos são localizados em Cuba, diz CNN

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 9 de fevereiro (Folhapress) - Um casal suspeito de ter sequestrado os próprios filhos - que estavam sob os cuidados da avó materna - na Flórida foi localizado em Cuba junto com as crianças, segundo a CNN.

Joshua e Sharyn Hakken são de Louisiana e perderam a custódia das crianças - Chase, de dois anos, e Cole, de quatro anos de idade - que foram morar com a avó no ano passado.

Desde a última quarta-feira, autoridades americanas buscavam pelo casal, após receber uma denúncia de que Joshua teria entrado na casa da sogra, amarrado a mulher, identificada como, Patricia Hauser, e levado as crianças embora.

Após a fuga com as crianças, em uma caminhonete, a polícia acredita que Joshua, sua mulher e as crianças tenham viajado rumo a Cuba em uma embarcação a vela, a partir de um deck nas proximidades da praia de Madeira, na Flórida.

Hoje, após receber informações que um barco a vela chamado Salty poderia ter sido usado pela família para fugir para Cuba, a CNN localizou a embarcação na Marina Hemingway, em Havana.

Segundo a emissora, um homem que estava a bordo se identificou como sendo Josh Hakken, mas não quis responder mais perguntas. Ele estaria junto com uma mulher, com as mesmas características de Sharyn e uma criança também foi vista a bordo.

Um funcionário do Departamento de Estado disse à CNN que as autoridades americanas em Havana "já estão cientes do caso e em contato com autoridades locais para saber mais informações".

Guarda

O departamento de polícia em Slidell, na Louisiana, emitiu um comunicado na semana passada explicando que os pais perderam a guarda das crianças por causa de um tumulto envolvendo a família.

Em junho do ano passado, após receber uma reclamação, a polícia encontrou o casal e as crianças em um quarto de hotel. O casal disse à polícia que estava "completando sua última jornada" e que viajava "rumo ao Armagedon".

Também foram encontradas drogas e armas dentro do quarto. Na época, as crianças ficaram sob responsabilidade de serviços sociais e Joshua foi preso.

Investigação

De acordo com fontes da emissora, autoridades cubanas estariam cooperando com a investigação. Não há nenhum acordo de extradição entre os dois países, mas há casos recentes de foragidos da justiça americana que foram enviados de volta aos EUA por Cuba.

Segundo estimativas do FBI, há cerca de 70 foragidos da Justiça americana em Cuba.



s
 

continua após publicidade