Geral

Transporte-SP - (Atualizada)

Da Redação ·

Após paralisação de trens, ônibus fazem transporte de usuários da CPTM SÃO PAULO, SP, 6 de abril (Folhapress) - Devido ao de incêndio que paralisou linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) na tarde de hoje, em São Paulo, ônibus estão realizando o percurso de forma emergencial. Ao todo, 88 veículos foram mobilizados pelo Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência) e estão realizando viagens entre as estações das linhas paralisadas. Os ônibus estão atendendo as linhas 7-rubi (20 veículos), 10-turquesa (8), 8-diamante (20), 11-coral (20) e 12-safira (20). De acordo coma a SPTrans (empresa que gerencia o transporte municipal), as viagens serão mantidas enquanto permanecer a paralisação na CPTM. A companhia não informou previsão de retorno do serviço. Incêndio O incêndio interrompeu a circulação de trens nas seis linhas da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) por volta das 13h de hoje. Apenas o trecho entre as estações Rio Grande da Serra e Tamanduateí, da linha 10-turquesa, continuam a operar. Segundo a companhia, o princípio de incêndio ocorreu no nobreak do sistema de iluminação do prédio da CPTM, no Brás, no centro de São Paulo. Os bombeiros foram acionados e esvaziaram o prédio, que inclui o centro de controle de operações na companhia. Com isso, a circulação dos trens precisou ser interrompida. Ao todo, quatro carros dos bombeiros foram encaminhados para o local e as equipes ainda trabalham no prédio por volta das 14h50, apesar de o fogo já ter sido extinto. Segundo a CPTM, não havia previsão de liberação do prédio e do retorno das operações. As pessoas que estavam nos trens na hora do problema receberam bilhetes que valem tanto no metrô quanto no ônibus. As linhas da CPTM são a 7-rubi, a 8-diamante, a 9-esmeralda, a 10-turquesa, a 11-coral e a 12-safira, e ligam a capital paulista a cidades da região metropolitana como Jundiaí, Itapevi e Francisco Morato. Com o problema, algumas estações do Metrô registram lotação. Apesar disso, a assessoria do metrô afirmou que não há qualquer alteração nas composições da empresa, mas os acessos do metrô à CPTM estão fechados. Na Barra Funda, na região central, os passageiros questionavam os seguranças que bloqueiam o acesso à CPTM sobre o motivo da paralisação. No lado externo, os pontos de ônibus tem filas incomuns para o sábado.  

continua após publicidade