Geral

São Paulo registra a 3º maior lentidão do ano

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 28 de março (Folhapress) - A saída para o feriado de Páscoa fez com que a cidade de São Paulo registrasse a terceira maior lentidão do ano, com 211 km de congestionamento às 18h, o que representa 23,9% dos 868 km de vias monitoradas. O índice fica atrás apenas dos 212 km registrados na terça-feira e dos 261 km do último dia 8.

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), o maior trecho de lentidão no horário estava na marginal Tietê, com 18,5 km de retenção na pista expressa, no sentido Ayrton Senna, desde a ponte Velha Fepasa até a ponte Imigrante Nordestino. A via tem, ao todo, 23,5 km de extensão.

Ainda na marginal Tietê havia outros ponto de retenção na pista local, também no sentido Ayrton Senna, com 15 km de filas, entre a ponte Júlio de Mesquita Neto e a Imigrante Nordestino.

Na marginal Pinheiros, o motorista encontrava mais com 14,5 km de congestionamento na pista expressa, no sentido Castello. Segundo dados da CET, a lentidão se estendia da rua Américo Brasiliense até a rodovia Castello Branco, e era provocada pelo excesso de veículos.

Também havia retenção no horário no corredor norte-sul (ambos os sentidos), na avenida dos Bandeirantes (sentido Imigrantes) e na avenida Nove de Julho (sentido centro).

Viagem

A CET estima que 1,7 milhão de veículos devem deixar a cidade de São Paulo em direção ao litoral ao interior do Estado neste feriado da Páscoa. A cidade tem uma frota de 7,3 milhões de veículos.

Os motoristas com destino às rodovias devem evitar o horário até as 22h de hoje. A recomendação é deixar para viajar no período das 22h às 6h de amanhã. A CET vai monitorar os acessos e chegadas das rodovias, com o objetivo de garantir a fluidez e a segurança de motoristas e pedestres.

Amanhã, o rodízio de veículos ficará suspenso devido à Sexta-Feira Santa. Já a ZMRC (Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões ) e a ZMRF (Zona de Máxima Restrição ao Fretamento) funcionarão normalmente.
 

continua após publicidade