Geral

Sou um grande pecador, disse argentino ao ser eleito papa

Da Redação ·
Sou um grande pecador, disse argentino ao ser eleito papa
fonte: Agências
Sou um grande pecador, disse argentino ao ser eleito papa

SÃO PAULO, SP, 28 de março (Folhapress) - O Vaticano revelou hoje quais foram as primeiras palavras pronunciadas pelo papa Francisco quando soube que havia sido eleito pelos colegas para chefiar a Igreja Católica, no último dia 13. Sou um grande pecador, confiando na misericórdia e na paciência de Deus. No sofrimento, eu aceito", afirmou o argentino. O fato foi revelado pelo cardeal Angelo Comastri, arcipreste da basílica de São Pedro, com a permissão de Francisco, em uma entrevista ao Centro Televisivo Vaticano (CTV). O canal lançou hoje o filme "Francisco", que aborda desde a renúncia do seu antecessor, Bento 16, até a escolha do argentino. O documentário termina com imagens do encontro histórico entre Francisco e o papa emérito, no último dia 23, em Castel Gandolfo, a residência de verão dos papas, nos arredores de Roma. Com duração de 50 minutos, "Francisco" será colocado à venda no próximo dia 2 de abril, em italiano. Nomeação Francisco nomeou o bispo Mario Aurelio Poli, 65, como novo arcebispo de Buenos Aires, a arquidiocese que ele mesmo dirigiu até ser eleito papa. Poli, até agora bispo de Santa Rosa, nasceu em Buenos Aires em 29 de novembro de 1947 e estudou direito e ciências sociais na Universidade de Buenos Aires, onde se formou em serviço social. Aos 22, ele entrou para o seminário metropolitano de Buenos Aires e foi ordenado sacerdote em 25 de novembro de 1978.  

continua após publicidade