Geral

Governo federal decreta situação de emergência em Petrópolis

Da Redação ·
Governo federal decreta situação de emergência em Petrópolis
fonte: Agências
Governo federal decreta situação de emergência em Petrópolis

RIO DE JANEIRO, RJ, 25 de março (Folhapress) - A Secretaria Nacional de Defesa Civil decretou hoje situação de emergência em Petrópolis, localizada na região Serrada do Rio. A decisão foi publicada hoje (25) no Diário Oficial da União, dia em que a presidente Dilma Rousseff visita a cidade.

Segundo o texto, a medida foi tomada por conta dos "deslizamentos de solo e/ou rocha" no município, na região serrana do Rio. Entre outras implicações, a "situação de emergência" libera o poder público a fazer contratações sem a necessidade de licitações.

Na semana passada, 33 morreram em Petrópolis, em decorrência de deslizamentos provocados pelas fortes chuvas que atingiram a região. Nesta tarde, a presidente irá sobrevoar a região, com um helicóptero, ao lado do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB). Às 17h, ambos irão participar de uma missa na Catedral Metropolitana de Petrópolis.

Entre os mortos na cidade estão dois agentes da Defesa Civil. Fernandes de Lima, 44, e Paulo Roberto Filgueiras orientavam moradores a abandonar a área, quando uma nova avalanche arrastou um muro, que caiu sobre os dois. Eles morreram na hora. Um terceiro agente sofreu traumatismo craniano e está internado.

Para o órgão, parte das vítimas das chuvas em Petrópolis poderia ter sobrevivido se os moradores tivessem atendido ao alerta das sirenes e deixado rapidamente a área.

Em dois pontos onde houve mortes (Bingen e Lagoinha), no entanto, não havia sirenes, porque elas são classificadas como áreas de risco 3 em uma escala de 1 a 4 -os equipamentos são colocados apenas em regiões com grau máximo de risco.
 

continua após publicidade