Geral

Sul-africano J.M. Coetzee vai ganhar sua primeira biografia autorizada

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 25 de março (Folhapress) - Entre os lançamentos de livros no segundo semestre está a aguardada biografia do escritor sul-africano John Maxwell Coetzee (J.M. Coetzee), vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 2003. A obra será publicada dois anos após a morte de seu autor, o biógrafo J.C. Cannemeyer, e contou com pela colaboração de Coetzee, que pela primeira vez permitiu acesso irrestrito a seus arquivos pessoais, incluindo os manuscritos de seus 16 romances. Nascido na Cidade do Cabo em 1940, Coetzee se formou em inglês e matemática. Logo depois, trabalhou como como programador de computadores na Inglaterra, entre 1962 e 1965, enquanto fazia pesquisas para sua tese sobre o novelista inglês Ford Madox Ford. Em 1965, mudou-se para os Estados Unidos, onde estudou em inglês, linguística e línguas e dialetos alemães na Universidade do Texas. Coetzee vive hoje na Austrália e dá aulas na Universidade de Adelaide. Entre os livros escritos pelo sul-africano estão "Dusklands", de 1974, "No Coração do País", de 1977, com o qual ganhou o principal prêmio literário de seu país, o CNA Prize. Em 1983, publicou "Life & Times of Michael K" e em 1999, "Disgrace". Ele vem a Curitiba, no dia 15 de abril, e a Porto Alegre, no dia 18, cidades onde fará conferências, onde falará sobre censura. Coetzee esteve no Brasil pela última vez em 2007, durante a Festa Literária Internacional de Paraty (Flip).  

continua após publicidade