Geral

Hudson é preso pela 2ª vez com armamento de uso restrito

Da Redação ·

CAMPINAS, SP, 21 de março (Folhapress) - O cantor Hudson Cadorini, da dupla sertaneja Edson e Hudson, foi preso pela segunda vez no início da noite de ontem em sua casa, em Limeira (a 151 km de São Paulo). No local foram encontradas munições e armamento de uso restrito. Segundo a polícia, uma denúncia anônima fez com que um mandado de busca fosse expedido na tarde de ontem. Os policiais chegaram ao local por volta das 17h. Entre os objetos apreendidos estão munições e armamento de uso restrito, que o cantor não poderia ter a posse. Ele está detido em Limeira onde prestou depoimento. Na madrugada de ontem, ele já havia sido abordado por policiais militares, quando chegava em sua caminhonete na casa da ex-mulher. Após uma busca no veículo, os policiais encontraram um revólver calibre 38 e uma pistola 380, ambos carregados com seis munições. Além das armas de fogo, foram encontrados uma faca, um canivete e um soco inglês. As armas de fogo encontradas na primeira apreensão são de calibre permitido e estavam registradas no nome dele, segundo o delegado José Henrique Ventura, titular da Delegacia Seccional de Limeira. O cantor, no entanto, não tinha a licença para portá-las, que é expedida pela Polícia Federal. "Ele pode ter a arma em domicílio, ou seja, onde ele reside ou onde ele trabalha. Da porta para fora, não." Na primeira infração, o cantor pagou fiança e foi liberado. A polícia não quis dar mais detalhes sobre a nova prisão do Hudson. Procurada pela reportagem, a assessoria do cantor não confirma a prisão, mas disse que Hudson foi na delegacia prestar novo depoimento.  

continua após publicidade