Geral

ONU prevê que refugiados chegarão a 1,1 mi em junho

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 19 de fevereiro (Folhapress) - O Alto Comissariado da ONU (Organização das Nações Unidas) para Refugiados informou hoje que prevê o aumento do número de refugiados sírios no exterior para 1,1 milhão em junho. Os vizinhos Líbano, Jordânia, Turquia e Iraque continuam sendo os países mais afetados. Na última contagem da ONU, divulgada hoje, o número de sírios registrados em acampamentos de refugiados subiu para 857 mil. A maioria saiu de regiões conflagradas pelos confrontos entre a oposição e o regime de Bashar Assad, que completaram 23 meses. Segundo o comissariado, cerca de 280 mil refugiados procuraram abrigo desde janeiro nas instalações em países vizinhos. Isso representa 5.000 pessoas atravessando as fronteiras sírias todos os dias, um aumento de 36% em relação a dezembro. A Jordânia é o país que mais recebe sírios, com 340 mil registrados, seguida pelo Líbano (287 mil) e a Turquia (182 mil). Ainda são citados o Iraque que, mesmo com conflitos sectários internos, abriga 92 mil sírios, e o Egito, onde chegaram 18 mil sírios. Os representantes dos grupos humanitários da ONU e as organizações não governamentais que trabalham dentro da Síria e com os refugiados nos países vizinhos se reúnem nesta terça em Genebra para coordenar a melhor maneira de aumentar sua ajuda às vítimas da guerra civil. A ONU estima em 4 milhões o número de sírios que precisam de ajuda humanitária, sendo que mais de dois milhões são refugiados internos. Desde o início dos confrontos, em março de 2011, mais de 70 mil pessoas morreram.  

continua após publicidade