Geral

Aliados comemoram volta na porta de hospital em Caracas

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 18 de fevereiro (Folhapress) - Aliados do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, comemoraram a volta do mandatário hoje, nas proximidades do Hospital Militar Dr. Carlos Arvelo, em Caracas. Ele está internado na unidade após voltar de Cuba nesta madrugada. Chávez viajou a Havana em 10 de dezembro, onde foi operado para retirar parte do tumor maligno, contra o qual luta desde junho de 2011. Desde então, ele não apareceu publicamente e suas primeiras imagens foram reveladas na última sexta. A festa dos manifestantes começou pouco após o comunicado da chegada do presidente, por volta das 2h30 locais (4h em Brasília). Os partidários do presidente soltaram fogos de artifício e foram ao hospital e à praça Bolívar, no centro de Caracas, onde fica o Palácio de Miraflores, sede do governo. Com bandeiras, fotos e cartazes do presidente, os manifestantes também foram à porta do hospital, apesar do pedido de silêncio na unidade pedido pelo vice, Nicolás Maduro. Mais tarde, ele disse que serão organizados atos de apoio do chavismo, mas desde que seja preservada a tranquilidade dos pacientes. "Vamos organizá-los para que as expressões de solidariedade e espiritualidade possam acontecer com tranquilidade sem perturbar a vida, a tranquilidade deste centro de serviços de saúde que atende a centenas de venezuelanos." Maduro afirmou que o presidente chegou ao local com alguns dos seus parentes e outras pessoas próximas, como o irmão Adán Chávez, governador do Estado de Barinas, e de Rosa Virginia, uma de suas filhas mais velhas. O presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, disse que será montado um local para que as pessoas possam fazer sua demonstração de carinho ao presidente sem que se perturbe a rotina da unidade de saúde. Cabello também convidou os venezuelanos a comemorar a volta de Chávez.  

continua após publicidade