Geral

Polícia prende traficante suspeito de matar policial da Rota

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 17 de fevereiro (Folhapress) - A polícia prendeu ontem um homem suspeito de matar, em setembro do ano passado, o soldado da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), André Peres de Carvalho.

O criminoso, de 30 anos, é conhecido como "Caveira" e foi preso na favela São Remo, na zona oeste de São Paulo. Segundo a polícia, o suspeito é um dos principais traficantes da favela e não reagiu ao ser abordados pelos policiais da Corregedoria da PM e do 16º Batalhão da PM.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública, havia um mandado de prisão preventiva contra ele. Ao ser detido, o suspeito foi levado ao DHPP (departamento de homicídios) em seguida encaminhado para a carceragem do 2º DP (Bom Retiro).

A polícia não divulgou o nome do traficante e a reportagem não teve acesso ao seu advogado de defesa.

O Crime

O soldado da Rota tinha 40 anos e foi morto a tiros no dia 27 de setembro do ano passado quando seguia de carro para o trabalho na região do Butantã, na zona oeste de São Paulo. Ele foi atingido pelas costas por três tiros de fuzil.

Carvalho foi o 71º policial militar morto no ano passado e a primeira vez, ao menos desde 1999, que um soldado da Rota é assassinado por criminosos. Nem em 2006, quando houve uma série coordenada de ataques da facção criminosa PCC às forças de segurança, PMs do grupo foram mortos.

Carvalho estava na Rota há cerca de 20 anos e trabalhava nos serviços internos. Ele estava em seu carro na avenida Corifeu de Azevedo Marques, quando foi abordado por dois homens, que fugiram após os disparos.
 

continua após publicidade