Geral

Stevie Wonder critica rapper Lil Wayne por letra sobre adolescente morto

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 16 de fevereiro (Folhapress) - Depois de o presidente da gravadora Epic Records pedir desculpas por uma letra ofensiva do rapper Lil Wayne, foi a vez de Stevie Wonder se pronunciar sobre o assunto e condenar a atitude do colega.

Na letra de "Karate Chop", música que vazou na internet no último final de semana, Lil Wayne comparava o espancamento que levou à morte do mártir negro Emmett Till ao ato sexual.

Em 1955, Till foi morto de forma brutal aos 14 anos de idade, no Estado americano do Mississipi, por ter supostamente flertado com uma mulher branca. Os responsáveis por sua morte foram absolvidos, o que gerou revolta nos Estados Unidos e impulsionou a luta pelos direitos civis dos negros no país.

"Você não pode equiparar isso [sexo] a Emmett Till. Simplesmente não pode. Eu acho que, nessas horas, faz falta alguém, seja mais velho ou da mesma idade, que seja sábio para dizer "não, isso não vai acontecer"", disse Stevie Wonder em entrevista ao "The Huffington Post".

"Às vezes, as pessoas têm que se colocar no lugar de quem elas estão falando sobre", continuou. "Imagine se isso acontecesse com a sua mãe, seu irmã, sua filha ou filho. Como você se sentiria? Tenha algum discernimento antes que diga alguma coisa. Isso serve para mim ou para qualquer um."

O trecho foi cortado da música a pedido dos familiares de Till.

Eles afirmaram ainda esperar uma retratação de Lil Wayne.
 

continua após publicidade