Geral

Estado registra cinco novos ataques após chegada da Força Nacional de Segurança

Da Redação ·

Jeferson Bertolini FLORIANÓPOLIS, SC, 16 de fevereiro (Folhapress) - Desde a chegada da Força Nacional de Segurança a Santa Catarina, às 15h de ontem, foram registrados cinco novos atentados no Estado, elevando para 106 o total de ocorrências em 33 cidades. A mais grave foi em Balneário Rincão (186 km de Florianópolis), onde bandidos tentaram queimar a casa da irmã de um policial civil. O ataque foi às 6h de hoje. O fogo queimou a porta e o teto de um dos quartos da residência, onde foram encontradas três garrafas de álcool. Ninguém foi preso e não houve feridos. Pouco antes, às 4h50, um ônibus foi parcialmente queimado em Itapoá (187 km de Florianópolis) após ser atingido por uma bomba caseira. O artefato quebrou o vidro e queimou a parte traseira do coletivo. Em Campos Novos (210 km de Florianópolis), às 4h, bandidos queimaram um ônibus usado para transporte de trabalhadores rurais. Os criminosos fugiram a pé. Em São José, na Grande Florianópolis, uma base da guarda municipal foi atingida por dois tiros às 22h50 de ontem. Havia seis agentes no local. Não houve feridos e presos. Minutos antes, às 22h, em Chapecó (478 km de Florianópolis), quatro rapazes queimaram um carro parado na rua. Segundo testemunhas, eles fugiram em bicicletas. A onda de ataques começou em 30 de janeiro. O governo do Estado reconhece que foram determinados por organizações criminosas.  

continua após publicidade