Geral

Mulher morre atingida por concreto durante demolição em BH

Da Redação ·





Por Paulo Peixoto

BELO HORIZONTE, MG, 15 de fevereiro (Folhapress) - Uma mulher de 68 anos morreu na manhã de hoje ao ser atingida por pedaços de concreto da demolição de casas na zona sul de Belo Horizonte.

Vizinha à obra de demolição, Etelvina Maria Gartner, segundo testemunhas, ultrapassou a fita de isolamento colocada para demarcar a área de risco com a intenção de pegar uma muda de planta na calçada.

O isolamento foi feito para os trabalhos de demolição de três casas da rua do Santo Antônio, que darão lugar a um prédio.

No instante em que a mulher ultrapassou a fita plástica preta e amarela, ela foi atingida por pedaços de concreto que cederam sobre a calçada. Do lado de dentro da obra uma máquina trabalhava no momento.

A estrutura de concreto caiu sobre as pernas e tórax da mulher. Segundo o Corpo de Bombeiros, ela morreu antes de o Samu chegar.

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil vistoriam as condições de segurança da obra. O Crea-MG (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais) também faz inspeção na obra.

Na manhã de ontem, também em Belo Horizonte, uma mulher de 49 anos, que aguardava o ônibus no bairro União (região nordeste) para ir para o trabalho, morreu ao ser atingida pela queda de uma marquise de um prédio comercial recém construído e ainda inabitado.
 

continua após publicidade