Geral

"Mangueira vem imbatível", diz presidente da escola

Da Redação ·





RIO DE JANEIRO, RJ, 11 de fevereiro (Folhapress) - O presidente da Mangueira, Ivo Meirelles, cantou vitória antes de entrar no sambódromo do Rio. "A Mangueira vem imbatível. Vamos mostrar o que ensaiamos o ano inteiro", disse ele minutos antes do início do desfile.

A agremiação da zona norte carioca será a segunda a desfila nesta segunda no sambódromo do Rio. A Mangueira fará uma homenagem a Cuiabá no desfile deste ano.

Com dificuldades financeiras, a escola aposta na parte musical: desfilará pela avenida Marquês de Sapucaí com duas baterias, que vão tocar alternadamente durante o desfile.

O presidente ainda se disse seguro que a maior inovação da Mangueira neste ano, o desfile com duas baterias, dará resultado."Se tivesse dúvida não faria. Tenho certeza que vai funcionar."

Meirelles, que também é ritmista, afirmou que a escola "vai fazer história no desfile de hoje", com a apresentação simultânea de duas baterias -uma deve vir à frente do carro de som com os puxadores e a outra, atrás dos intérpretes. Ao todo, quase 500 ritmistas vão se apresentar. As duas baterias irão provavelmente tocar de modo alternado.

Para Meirelles, a Mangueira vai lançar moda. "Daqui a alguns anos, vamos ver quatro ou cinco escolas desfilando com duas baterias."

O músico e presidente da verde-e-rosa afirmou que a "bossa" lançada no ano passado, quando a bateria da agremiação fez uma "paradona" de quase dois minutos, fui usada no desfile da São Clemente. A escola precedeu a Mangueira na apresentação de hoje.

No ano passado, porém, a bateria não foi unanimidade entre os jurados e não teve todas as notas 10. A escola ficou apenas com a sétima colocação.

O dançarino conhecido como Jacaré dos Patins também promete impressionar no sambódromo. Ele representará a flora de Cuiabá e desfilará com seus patins em um carro alegórico.
 

continua após publicidade