Geral

Cordão da Bola Preta arrasta multidão para o centro da cidade

Da Redação ·

Por Lucas Vettorazzo SÃO PAULO, SP, 9 de fevereiro (Folhapress) - O Cordão da Bola Preta, o maior e mais tradicional bloco do Rio de Janeiro, arrastou uma multidão para o centro da cidade, na manhã de hoje. O bloco, que existe desde 1.930, desfilou pela avenida Rio Branco, a principal do bairro. Quarenta músicos e cinco carros de som embalaram os foliões. As ruas adjacentes à avenida também foram tomadas pelo público e vários grupos fazem churrasco nas calçadas. Não há ainda uma estimativa oficial de público, mas a previsão dos organizadores é que 2,5 milhões de foliões acompanhem o cortejo. No ano passado, 2,3 milhões de foram ao bloco. Inicialmente, havia a expectativa de que o Guiness Book verificasse o público, mas a Riotur, órgão da Prefeitura do Rio que organiza o Carnaval, confirmou que os juízes do livro dos recordes não compareceram ao evento. O "Bola", como é carinhosamente chamado por seus frequentadores, disputa com o Galo da Madrugada, de Recife, o título de maior bloco do mundo. O Cordão da Bola Preta concentrou a partir de 9h e saiu às 10h. De cima do principal carro de som, a atriz Leandra Leal carregava um estandarte do cordão. Vestida de branco e preto, as cores oficiais do cordão, ela animava os foliões. Muitas pessoas saíram fantasiadas. É o caso das amigas Fabíola Araújo, 34, Vivian Araújo, 36, e Aline Martins, 31, que se vestiram de bruxas esqueleto. De vestido tomara que caia preto estampado com desenhos de ossos, as três se divertiam, apesar da multidão. "A fantasia é legal porque ajuda na interação. Já ouvi muitas brincadeiras. Um homem disse que gostaria de montar um cemitério na sua própria casa", diverte-se Fabíola, que decidiu sair fantasiada pela primeira vez neste Carnaval. "Ainda não paqueramos ninguém por causa do tumulto, mas até o final do dia pode acontecer de conhecer alguém legal", disse Vivian.  

continua após publicidade