Geral

Manifestantes atacam palácio presidencial

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 8 de fevereiro (Folhapress) - Manifestantes e policiais entraram em choque ontem em frente ao palácio presidencial no Cairo em mais um dia de tensão no Egito.

Segundo a agência estatal de notícias, Mena, encapuzados colocaram fogo em um dos portões do palácio Itihadiya. Os manifestantes também lançaram pedras, coquetéis molotov e tentaram escalar os muros do local. Forças antidistúrbio tentaram conter a multidão lançando bombas de gás lacrimogêneo.

Os manifestantes protestavam contra o presidente Mohamed Mursi e a Irmandande Muçulmana.

Outras cidades também tiveram enfrentamentos, como em Alexandria, onde seis pessoas ficaram feridas, Port Said e Tanta. Na província de Gharbuya, 28 pessoas ficaram feridas, principalmente devido à inalação de gás, segundo autoridades.

Confrontos entre partidários do presidente islamita Mohamed Mursi motivam, desde o aniversário de dois anos das manifestações que levaram à queda do ditador Hosni Mubarak, em janeiro de 2011, protestos violentos. Mais de 50 pessoas já morreram nesses embates.
 

continua após publicidade