Geral

Polícia detém 3 suspeitos da "gangue da marcha ré"

Da Redação ·





RIBEIRÃO PRETO, SP, 6 de fevereiro (Folhapress) - Três novos suspeitos de integrar a "gangue da marcha ré" foram detidos pela Polícia Civil na tarde de ontem no bairro Ribeirão Verde, em Ribeirão Preto (313 km de São Paulo).

Na semana passada, outros quatro suspeitos foram detidos no Jardim Aeroporto. A polícia ainda não sabe, no entanto, se os grupos têm alguma relação entre si.

De acordo com a Polícia Civil, os homens foram identificados pelas câmeras de segurança do supermercado Mialich do Ribeirão Verde, primeiro estabelecimento furtado pela gangue - em 1º de janeiro de 2013.

"As filmagens nos deixaram identificar os suspeitos, que foram encontrados no próprio bairro, a três quadras do supermercado. Nós os abordamos, trouxemos os três suspeitos e eles confessaram a participação no furto", afirma o investigador Edson Rico Filho

Os três homens são maiores de idade e não têm passagem pela polícia. Como não houve flagrante, os suspeitos foram indiciados e liberados.

O carro utilizado no furto da madrugada do dia 1º de janeiro foi apreendido e liberado na manhã de hoje.

Segundo Rico Filho, os suspeitos responderão em liberdade pelo crime de furto qualificado.

Explosão

Na madrugada de ontem, o supermercado Mialich foi alvo de bandidos mais uma vez. Cinco homens arrombaram a porta do estabelecimento e explodiram o caixa eletrônico com dinamites.

"Desta vez os suspeitos não usaram veículos para invadir o local e estavam mascarados, o que dificulta a identificação", afirma.

Nenhum dos suspeitos da explosão do caixa foi localizado.
 

continua após publicidade