Geral

ONU consegue entrar pela 1ª vez em campo de refugiados no país

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 1 de fevereiro (Folhapress) - O Alto Comissariado das ONU para Refugiados (Acnur) afirmou hoje que conseguiu entrar no campo de refugiados de Azzaz, região síria próxima à fronteira da Turquia. É a primeira vez que o órgão consegue entregar ajuda humanitária na região.

O país vive uma forte crise humanitária após meses de intensos confrontos entre aliados e rivais do ditador Bashar Assad. Desde o início da revolta, em março de 2011, mais de 60 mil pessoas morreram devido à violência, segundo a ONU.

A área onde fica o assentamento é dominada pelos rebeldes e é alvo de ações intensas de tropas de Assad. Segundo o diretor da Acnur, Yacoub el Hillo, cinco funcionários chegaram à região na quarta e entregaram 2.000 tendas de campanha e 15 mil cobertores aos refugiados.

Os representantes da ONU tiveram a colaboração do Crescente Vermelho (versão islâmica da Cruz Vermelha) para chegar a Azzaz, que tem cerca de 45 mil refugiados. As tendas enviadas servirão para abrigar 15 mil pessoas.

O diretor afirmou que a ação foi possível foi graças ao apoio logístico do Crescente Vermelho, mas também ao apoio do governo sírio e à ajuda da Coalizão Nacional Síria, que agrupa a maioria das forças opositoras do país.

Segundo a Acnur, o número de refugiados dentro da Síria chega a 5 milhões. Outros 700 mil buscaram socorro em países vizinhos, em especial Líbano, Jordânia e Turquia.
 

continua após publicidade