Geral

Juiz prorroga prisões de músicos e donos da boate Kiss

Da Redação ·
Juiz prorroga prisões de músicos e donos da boate Kiss
fonte: Arquivo
Juiz prorroga prisões de músicos e donos da boate Kiss

A Justiça de Santa Maria (301 km de Porto Alegre) decidiu nesta sexta-feira (1º) prorrogar por mais 30 dias a prisão dos músicos e dos sócios da boate Kiss, onde aconteceu o incêndio que matou 236 pessos em Santa Maria (RS), segundo decisão do juiz Régis Adil Bertolini.

Acabava hoje o prazo das prisões temporárias de Elissandro Callegari Spohr, o Kiko, e Mauro Hoffmann, sócios na boate, e de dois integrantes da banda Gurizada Fandangueira, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Augusto Bonilha Leão, que se apresentava no local no dia da tragédia e pode ter iniciado o incêndio com o uso de um sinalizador.

continua após publicidade
confira também

O pedido de prorrogação das prisões foi feito ontem pela Polícia Civil e recebeu parecer favorável do Ministério Público. Para a polícia, a medida se justifica, entre outros argumentos, porque ainda não foram tomados todos os depoimentos e porque haveria risco de fuga dos presos.


Com informações do UOL