Geral

Exterior-Notas

Da Redação ·

Brasileiros são eleitos mais legais do mundo, diz a CNN SÃO PAULO, SP, 31 de janeiro (Folhapress) - Em um ranking feito pela rede americana CNN com as nacionalidades mais legais do planeta, os brasileiros aparecem em primeiro lugar. "Sem os brasileiros não teríamos o samba e o carnaval do Rio, nem a beleza do futebol de Pelé e Ronaldo e os biquínis minúsculos da praia de Copacabana", enumera o site da CNN. O cantor Seu Jorge é apontado como "ícone do cool" e a carne e o cacau brasileiros são vistos como "não tão legais", já que sua produção seria responsável pela destruição de grandes áreas de floresta tropical. Depois dos brasileiros, aparecem na lista os cingapureanos e os jamaicanos, em segundo e terceiro lugar, respectivamente. A lista com 14 nacionalidades é encerrada por belgas e turcos, em 13º e 14º lugar. Colisão entre dois trens deixa pelo menos 300 feridos na África do Sul SÃO PAULO, SP, 31 de janeiro (Folhapress) - Pelo menos 300 pessoas ficaram feridas hoje após a colisão entre dois trens suburbanos em Pretória, na África do Sul. O acidente aconteceu por volta das 7h locais (3h em Brasília), no horário de pico, quando um trem que entrava na estação se chocou na traseira de outro que estava parado. Segundo as equipes de resgate, nenhuma pessoa morreu até o momento. Dentre os feridos, estão 20 internados em estado grave e pelo menos 50 crianças. O condutor de um dos trens está em estado mais grave. As motivos do falha ainda são desconhecidos, mas a polícia investiga as causas do acidente. Os dois trens se dirigiam a Pretória e o acidente ocorreu na cidade vizinha de Atteridgeville, 10 km a oeste da capital. Premiê britânico faz visita surpresa à Líbia e promete ajuda SÃO PAULO, SP, 31 de janeiro (Folhapress) - Sob um fortíssimo esquema de segurança, o premiê britânico, David Cameron, chegou hoje à capital da Líbia, Trípoli, para fazer uma visita surpresa, poucos dias após seu país se referir a uma ameaça contra os ocidentais em Benghazi e pedir a seus cidadãos que abandonassem a cidade. Durante a visita, Cameron disse que Londres ajudará a treinar as forças de segurança líbias como parte do esforço europeu de conter o avanço de milícias extremistas islâmicas no norte da África. Em Bruxelas, os chanceleres da União Europeia aprovaram as diretrizes de uma missão para dar auxílio às autoridades líbias no reforço das suas fronteiras, no combate ao tráfico de armas e no controle do fluxo de militantes no território. O britânico, ao lado do ministro do Interior da Líbia, visitou uma academia de polícia nos subúrbios de Trípoli. Na véspera, ele visitou Argel, duas semanas depois do ataque lançado em um campo de gás por um comando islâmico que deixou 37 reféns estrangeiros mortos, entre eles três britânicos, e elevou a preocupação com a segurança naquela região. Dois jornais dos EUA são alvos de hackers chineses PROIBIDA A REPRODUÇÃO EM INTERNET SÃO PAULO, SP, 31 de janeiro (Folhapress) - O jornal americano The New York Times afirmou ontem ter sofrido ataques de hackers chineses nos últimos quatro meses. Os ataques começaram em outubro, na mesma época em que o jornal publicou uma reportagem denunciando que parentes do primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, tinham acumulado bens de ao menos US$ 2,7 bilhões (cerca de R$ 5,4 bilhões) após sua ascensão ao poder. A publicação afirma que especialistas em segurança digital contratados por ela encontraram sinais de que hackers invadiram as contas de e-mail do chefe de sua sucursal em Xangai, David Barboza autor da reportagem sobre os parentes de Wen, e de Jim Yardley, chefe da sucursal do New York Times na Índia. O Wall Street Journal outro jornal americano também denunciou ter sido alvo de hackers chineses. Segundo a publicação, o objetivo dos chineses era monitorar a sua cobertura sobre o país. Casa Branca critica modernização nuclear anunciada pelo Irã SÃO PAULO, SP, 31 de janeiro (Folhapress) - A Casa Branca disse hoje que a decisão do Irã de modernizar os equipamentos de seu planta nuclear de Natanz representa uma nova escalada na disputa sobre seu programa nuclear. As agências de notícias Reuters e Associated Press e o jornal "New York Times" informaram que o Irã disse à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA, vinculada à ONU) que pretende aumentar o volume de enriquecimento de urânio. "A instalação de novas centrifugas avançadas é uma nova escalada e uma violação contínua das obrigações do Irã diante das relevantes resoluções do Conselho de Segurança da ONU e da AIEA", disse o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney. Em uma carta, entregue na quinta-feira passada à agência da ONU, Teerã disse que usará novas centrífugas na usina de Natanz, permitindo que o país processe material nuclear em ritmo mais acelerado que o atual. Em carta-resposta na terça (29), a AIEA pediu ao Irã que forneça detalhes técnicos e outras informações sobre o plano. O anúncio feito pelo Irã à AIEA coincide com uma polêmica entre Teerã e seis potências nucleares a respeito de quando e onde realizar uma nova rodada de negociações visando a um acordo que evite uma nova guerra no Oriente Médio.  

continua após publicidade