Geral

Dilma chora e diz que todos estão juntos com Santa Maria

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Dilma chora e diz que todos estão juntos com Santa Maria
fonte:
Dilma chora e diz que todos estão juntos com Santa Maria





Por Sylvia Colombo, Enviada especial

SANTIAGO, CHILE, 27 de janeiro (Folhapress) - Com a voz embargada, a presidente Dilma Rousseff declarou que não participaria mais da reunião da cúpula dos países da América Latina com a União Europeia, que acontece em Santiago, no Chile, e viajará para Santa Maria, no RS, onde um incêndio em uma boate deixou mais de cem mortos e 200 feridos. Ela chorou ao comentar a tragédia e disse que o povo brasileiro precisa dela.

"Gostaria de dizer a população de nosso país e de Santa Maria (RS) que estamos todos juntos nesse momento' Dilma disse ainda que todos os ministros estão mobilizados para prestar toda ajuda possível às vítimas e aos familiares envolvidos na tragédia. Durante a entrevista, Dilma começou a chorar e terminou o depoimento.

O anúncio foi realizado do hotel The Ritz-Carlton, onde a presidente está hospedada.

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, disse em sua conta de Twitter que irá para Santa Maria até o final da manhã de hoje para acompanhar o trabalho do Corpo de Bombeiros na retirada e na identificação dos corpos. "Domingo triste! Estamos tomando as medidas cabíveis e possíveis. Estarei em Santa Maria no final da manhã'.

O número de mortos no incêndio pode ser ainda maior do que o divulgado até o momento, afirmou o tenente-coronel Moisés da Silva Fuchs afirmou na manhã deste domingo.

Segundo Fuchs, o transporte dos corpos é realizado por um caminhão da Brigada Militar, devido ao elevado número de de mortos. Eles são levados ao Centro Desportivo Municipal (Farrezão), porque o IML (Instituto Médico Legal) não tem capacidade para abrigá-los.

"O número de mortos pode chegar a 150, já que a equipe do Corpo de Bombeiros ainda não chegou até o fundo da boate', disse Fuchs.

O balanço com os números e nomes das vítimas ainda não foi divulgado porque os bombeiros ainda não terminaram o trabalho de resgate. Além disso, os feridos estão distribuídos em diferentes hospitais da cidade.

Ao menos 245 pessoas morreram no incêndio, segundo informações preliminares do Exército.
 

continua após publicidade