Geral

Senado aprova lei que proíbe adoção de crianças por americanos

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 26 de dezembro (Folhapress) - O Senado da Rússia aprovou nesta quarta-feira por unanimidade a lei que proíbe os americanos de adotar crianças russas. O texto agora segue para sanção ou veto do presidente Vladimir Putin.

A nova legislação é parte de uma série de medidas retaliatórias contra uma lei sancionada nos Estados Unidos que pede sanções contra russos considerados de violadores dos direitos humanos.

Funcionários do governo, incluindo o chanceler, se posicionaram contra a lei, argumentando que seria uma violação da Constituição russa e suas obrigações internacionais.

Seus críticos defendem que ela vitima os órfãos ao privá-los da oportunidade de sair dos orfanatos. Estima-se que existem cerca de 740 mil crianças sem a custódia de um responsável na Rússia.

Diversas pessoas foram detidas na manhã de hoje por protestar contra a lei.
 

continua após publicidade